Vera Barbosa

A maioria das coisas importantes que aprendo vêm de dentro, e não de fora de mim.

Textos



Pode-se ter saudades
do que nunca se teve?
De onde nunca se foi?
De quem nunca se viu?
Do que não se viveu?
 
Pode-se querer o inimaginável,
Sem ao menos saber o que se quer?

Pode-se desejar ardentemente 
ser alguém diferente do que se é,
Sem saber quem, nem por quê?
 
Pode-se ansiar pela liberdade total,
voar sobre as nuvens,
deslizar no arco-íris,
sabendo-se preso ao cárcere da vida?
 
Como seria colher a flor com perfume eterno?
Vislumbrar além do infinito?
Contar as estrelas e visitá-las todas
e conhecer seus habitantes?

Por que tantas perguntas?
Quem tem as respostas?
Um dia as terei?
Quando?
Primavera Azul
Enviado por Primavera Azul em 22/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras